Acne depois de parar a pílula? Como ela pode afetar a pele

Se acham que acne era só para adolescentes, estão enganados. O acne não poupa ninguém, independentemente da faixa etária. Podemos desenvolvê-lo como uma pré-adolescente durante a puberdade, ou mais tarde na vida, com as mudanças hormonais na casa dos 20 ou 30 anos (o infeliz acne da vida adulta) e, sim, nem as mulheres na menopausa são poupadas. E quando o acne surge depois de parar a pílula?

Em vez de começar por aplicar qualquer tratamento tópico da prateleira do supermercado, sugiro começarmos por fazer uma pergunta: “Porquê? Por que motivo, de repente, a sua pele está a explodir?”


Quando chegamos à raiz do problema, podemos descobrir o melhor plano de ação. E, melhor ainda, evitar que essas borbulhas apareçam no futuro.


Acne: um problema, muitas causas

O acne é uma doença de pele complexa com muitos fatores-gatilho: alguns internos (como a genética ou dietas), alguns externos (rotinas inadequadas de cuidados da pele, medicamentos), alguns ambientais (clima, poluição, disruptores endócrinos ou toxinas) e alguns erros no lifestyle (como, por exemplo, fazer exercício regularmente com maquilhagem).


Portanto, se formos pensar sobre isto, qualquer um de nós pode estar em risco de desenvolver acne em qualquer fase da vida. Normalmente não há apenas uma causa para a nossa pele estar literalmente a explodir. Pode haver uma série de razões (sendo especialmente verdadeiro se já tivermos uma predisposição genética) e é aí que começa o caminho: encontrarmos a causa-raiz do acne.

Estas múltiplas interações e fatores do acne devem ser tratados de forma diferente do que possa ter feito no passado. Em vez de tentar todos os cremes do supermercado, aplicando camadas de químicos ou ácidos para controlar a produção de oleosidade, o acne deve ser tratado com cuidado, focando na inflamação, na função de barreira da pele e no reequilíbrio de dentro para fora.

Mas hoje vou dedicar este artigo ao acne das mulheres que decidem (finalmente!) interromper a pílula.


O acne pós-pílula

Sejam quais forem os motivos pelos quais iniciou a pílula, provavelmente vai-se sentir muito melhor quando a interromper. Melhor humor, mais energia, mais desejo sexual e ciclos menstruais reais. Bem-vinda a uma nova fase da sua saúde feminina!

No entanto, muitas mulheres podem desenvolver problemas como acne, tensão pré-menstrual (TPM) ou amenorréia (falta de menstruação) por vários meses. A interrupção da pílula é um caminho que pode levar o seu tempo, mas com as ferramentas e o acompanhamento certo irá reequilibrar novamente o seu ciclo menstrual.