Quando não é depressão, mas sim défice de progesterona

Acreditem ou não, os desequilíbrios hormonais são uma das principais causas de depressão e irritabilidade em homens e mulheres.


Triste? Não consegue encontrar energia para sair do sofá? Dificuldades em concentrar-se? Pode presumir que é depressão e, se falar sobre dessas preocupações com o seu médico, provavelmente poderá sair com uma receita de antidepressivos. Mas e se não for realmente depressão? E se os seus sintomas forem devidos a outra coisa – algo que os antidepressivos não ajudam? Sabia que os desequilíbrios hormonais podem levar a muitos sintomas de depressão?

Os desequilíbrios hormonais são um dos principais contribuintes para os transtornos de humor. Nós, mulheres, passamos por muitas flutuações hormonais nas nossas vidas, principalmente durante a puberdade, gravidez, período pós-parto e menopausa. É fácil entender que essas flutuações, possivelmente levando a desequilíbrios, podem contribuir para alterações no humor ou depressão.


Quais os sintomas da depressão?

Costumam ser difíceis de detetar, mas é importante estarmos atentos a esses sintomas, quer em nós, quer em qualquer pessoa que sinta que possa estar a lutar para lidar com isso.

Os sintomas incluem:

  • humor deprimido durando mais de duas semanas

  • sentir inquietação ou agitação

  • fadiga ou perda de energia

  • sentir-se inútil

  • ansiedade

  • culpa

  • diminuição do interesse ou prazer nas atividades favoritas

  • perda de apetite ou aumento do apetite

  • insónia ou sonolência diurna

  • diminuição da concentração

  • pensamentos recorrentes de morte ou suicídio.